Aceda à área de sócios

Alimentação: novas tendências

Dieta Flexitariana, Raw Food e Alimentos Ecológicos.

  • 26
  • FEV

Atenção, foodies!

Contamos-lhe mais sobre as tendências de alimentação que ganham força.

A nutrição é um campo em constante transformação, onde há sempre espaço para novos alimentos, estilos e dietas. Hoje em dia, existem dietas alimentares que se adaptam às suas crenças e ao seu estilo de vida. A nossa equipa de nutrição dá-lhe mais informação sobre três tendências que ganham força diariamente. Não perca!

 

Dieta Flexitariana

A dieta flexitariana é, tal como o nome indica, uma dieta vegetariana flexível. Permite introduzir o consumo de carne e peixe uma ou duas vezes por semana. Basicamente, trabalha com uma proporção de 80 por cento de alimentos de origem vegetal (frutas, verduras, cereais integrais, legumes) e 20 por cento de origem animal.

É uma dieta bastante saudável e equilibrada que nos pode ajudar a prevenir doenças graves e nos ensina a ouvir as necessidades do nosso corpo.

Raw Food

Outra nova tendência dentro do mundo vegetariano é o crudiveganismo. A base desta dieta é comer as verduras e sementes cruas e os legumes muito pouco cozinhados. Além disso, proíbe a ingestão de alimentos de origem animal. Trata-se de uma tendência mais radical, que tem as suas vantagens e desvantagens.

As vantagens são que:

  • Ao comer alimentos crus e frescos, elimina completamente os alimentos ultraprocessados.
  • Há muitas receitas crudiveganas muito saudáveis, como, por exemplo, os zoodles que são esparguetes vegetais feitos com curgete e cenoura.
  • É uma dieta rica em vitamina B6, B9, C e fibra.

As desvantagens são que:

  • É pobre em vitamina B12, pelo que deverá ser tomada sob a forma de suplementos.
  • Pode criar desarranjos hormonais em mulheres quando demoram muito tempo a fazê-la, devido a uma ingestão energética insuficiente. Esta dieta tem que ser elaborada por um nutricionista para não ter carências a longo prazo.

 

Alimentos Eco

Os produtos ecológicos são cada vez mais comuns no nosso carrinho de compras. É uma tendência no auge, pois todos nos preocupamos com o que comemos, com a nossa saúde e com o meio ambiente.

Costumam ser produtos de origem natural, sem conservantes, sem corantes, nem aromatizantes.

A produção de carnes, ovos e lácteos ecológicos é realizada de maneira responsável. Os animais são alimentados com pasto e forragens, estão em liberdade e não recebem tratamentos hormonais.

Fique atento! Todos os produtos ecológicos devem ter a certificação europeia Ecolabel (é um ícone verde com a silhueta de uma folha) para assegurar a sua origem.

 

O importante é que o seu corpo tenha todos os nutrientes de que necessita para viver mais e melhor. No GO fit, damos-lhe os segredos.

Publicado por:
  • Nutrição
  • receitas
Relacionadas

Error