Aceda à área de sócios

Batidos saudáveis para este verão

A nossa equipa de nutrição aconselha sobre os batidos que deve tomar para se sentir melhor este verão por fora e por dentro.

  • 11
  • JUL

Saiba como fazer os seus próprios batidos verdes e proteicos

Escolha o objetivo: ajudar a depurar o seu organismo ou recuperar após um treino duro.

Os batidos verdes trazem-nos as vitaminas A, C, B, minerais, ferro, potássio, ómega 3, clorofila e fibra, pelo que nos ajudam a reduzir o peso e a sentirmo-nos mais saciados. Por outro lado, contêm uma grande quantidade de enzimas digestivas que tornam a digestão mais agradável. Além disso, estes batidos são muito bons para o fígado e rins, já que têm funções alcalinizantes e depurativas para esses órgãos.

Os ingredientes para fazer estes batidos verdes são:

  • Vegetais de folha verde, fruta e água. Além disso, outros ingredientes podem ajudar a enriquecê-los, como as sementes de chia, linhaça, clorela ou espirulina, entre outros.

 

Preparação:

  1. Introduzir os ingredientes na liquidificadora:
  • FOLHAS VERDES: Escolher entre espinafres, acelgas, agrião, canónigos, aipo, alface, etc.
  • FRUTA: Escolher entre fruta digestiva, como a papaia e o ananás, ou mais refrescante, como o melão ou a manga.
  • SEMENTES: A chia ou linhaça (deixando-as em água um pouco antes para poder assimilá-las e digeri-las) são uma fonte de ómega 3, vitaminas e minerais que enriquecerão o batido com nutrientes.
  • ALGAS: A espirulina ou a chorela têm propriedades alcalinizantes, remineralizantes, antioxidantes e desintoxicantes, levando oxigénio para as nossas células. A clorela ajuda a eliminar metais pesados e toxinas.
  • ÁGUA: A água pode ser da torneira ou pode ser água de coco que é rica em potássio; depende um pouco das nossas necessidades.
  • ADOÇANTE OPCIONAL: Xarope de ácer, stevia ou podemos adicionar passas ou tâmaras que dará mais energia aos desportistas.

 

Para nos habituarmos primeiro ao sabor dos batidos, podemos, no início, pôr mais fruta do que vegetais (60% de fruta e 40% de vegetais), para depois conseguir o equilíbrio com 50% - 50%.

 

Por outro lado, os desportistas necessitam de uma maior quantidade de proteína. Uma dieta bem planeada pode preencher essas necessidades, mas, se não for o caso, podemos preparar os nossos próprios batidos de proteína caseiros. A nossa equipa de nutrição dá uma série de conselhos e orientações para quem toma este tipo de batido:

  • Aquilo que come logo após o treino é, em geral, mais importante do que aquilo que come mesmo antes.
  • O hidrato de carbono depois do treino permite repor o glicogénio queimado.
  • Há dois depósitos principais, os músculos e o fígado. Precisa de glicose para os músculos e de frutose ou galactose para o fígado.
  • Por esse motivo, pusemos no nosso batido aveia, fruta e leite, que vão favorecer a síntese de proteína e a hipertrofia muscular.
  • É preciso também ter em conta que há uma relação sinérgica entre a proteína e o hidrato de carbono, em que a primeira ajuda a repor o glicogénio e o segundo favorece a síntese proteica ao reduzir o catabolismo muscular.

 

Os ingredientes para fazer estes batidos de proteína são:

  • 1 clara de ovo, 10 framboesas, 3 morangos, 6 cl de leite magro, 3 colheres de sopa de aveia, uma mão-cheia de amêndoas, gelo picado. Para decorar, pomos uma espetada de morango e framboesa.

Preparação:

  1. Liquidificar a clara, as 10 framboesas, os 3 morangos, a aveia, as amêndoas e o leite, juntamente com o gelo previamente picado.
  2. Terá a consistência de sorvete. Decorar e servir antes que se derreta.
Publicado por:

Error