Aceda à área de sócios

Capacidade funcional, velhice saudável

Dê ao exercício físico a importância que tem a cada momento da sua vida.

  • 10
  • JUL

Está sempre a tempo de viver mais e melhor!

Conheça a importância de ter uma vida ativa. Diga adeus ao sedentarismo!

A passagem dos anos é inevitável e, com eles, chegam os estragos que a idade pode provocar no nosso organismo. Diversas investigações demonstraram claramente como a capacidade funcional do sistema neuromuscular, cardiovascular e respiratório do ser humano começa a diminuir progressivamente durante a segunda ou terceira décadas da vida.

Os 75 anos apresentam uma diminuição da resistência aeróbica (45%), da força de aderência das mãos (40%), da força das pernas (70%), da mobilidade articular (50%), assim como da coordenação neuromuscular (90%).

A deterioração da função muscular em idades mais avançadas está associada a um estilo de vida sedentário. Este é um dos principais fatores que influencia a diminuição da capacidade de vida independente das pessoas e, por isso, da sua qualidade de vida. Na verdade, a perda da força muscular com a idade está associada a importantes fatores como:

  • A perda de massa muscular. Também conhecida como sarcopenia, é produzida por uma redução do número e/ou tamanho das fibras musculares.
  • Mudanças na composição da própria fibra muscular. Isto origina uma atrofia seletiva e/ou uma perda seletiva de fibras de contração rápida.
  • Perda de um tipo de motoneuronas e/ou unidades motoras. Aumenta com a inatividade da pessoa.

Os investigadores chamam a este processo “envelhecimento adquirido”, no qual uma redução drástica na quantidade e qualidade de atividade física diária acelera o processo degenerativo natural. Isto é originado principalmente por uma diminuição radical da força e da massa muscular.

A interrupção deste ciclo negativo é de importância vital para a manutenção da qualidade de vida e da saúde das pessoas. O único tratamento eficaz e eficiente chama-se “Exercício Físico”. O seu centro GO fit é uma solução ao alcance da sua mão. Viva mais e melhor!”

 

Investigação: Como o exercício físico afeta a nossa velhice durante a nossa vida

Um estudo recente, realizado por investigadores da Universidade de Birmingham (Reino Unido), demonstrou como manter-se ativo durante a vida contribui para reduzir (ou até fazer desaparecer) os efeitos do envelhecimento. Os sujeitos ativos do estudo (ciclistas de 55 a 84 anos de idade capazes de completar 100 km a pedalar em menos de 6,5 horas no caso dos homens, e 60 km em menos de 5,5 horas no caso das mulheres) não apresentavam reduções de massa muscular e força, naturais com a passagem dos anos. Estas pessoas também não aumentaram a sua massa gorda nem os seus níveis de colesterol, e, no caso dos homens, os níveis da hormona testosterona mantinham-se normais. Além disso, os resultados do estudo revelam que o seu sistema imunitário também não estava a envelhecer.

Referências:

  1. Ross D. Pollock, Katie A. O'Brien, Lorna J. Daniels, Kathrine B. Nielsen, Anthea Rowlerson, Niharika A. Duggal, Norman R. Lazarus, Janet M. Lord, Andrew Philp, Stephen D. R. Harridge. Properties of the vastus lateralis muscle in relation to age and physiological function in master cyclists aged 55-79 yearsAging Cell, 2018; e12735 DOI: 10.1111/acel.12735
  2. Duggal et al. Major features of Immunesenescence, including Thymic atrophy, are ameliorated by high levels of physical activity in adulthoodAging Cell, 2018

Resumo do estudo em: https://www.sciencedaily.com/releases/2018/03/180308143123.htm

Publicado por:
  • Ciclismo
  • cross fit
  • movimento
  • Treinamento
Relacionadas

Error