Aceda à área de sócios

Dicas para controlar o apetite

Vença a tentação com estes truques simples!

  • 15
  • NOV

Como controlar o apetite para se livrar dos excessos?

Conselhos para evitar sabotar o seu metabolismo.

A nossa equipa de nutrição preparou para si uma série de conselhos que o ajudarão a controlar o apetite de forma natural. Com estas recomendações, será capaz de manter a sua dieta e evitar a ansiedade de continuar a comer.

  1. Coma devagar. O seu cérebro precisa de, pelo menos, 20 minutos para receber o sinal de saciedade do seu corpo. Dê-lhe tempo.

 

  1. Coma sentado. Coloque prato, guardanapo e talheres, a sua alimentação precisa da atenção que merece. Mesmo que vá comer uma sandes, sente-se, faça uma pausa entre dentadas. Desta forma, terá consciência do que come.

 

  1. Tente comer a horas mais ou menos fixas. Coma ao longo do dia de uma forma lógica conforme o seu estilo de vida. O organismo controlará melhor a ingestão e, portanto, o seu peso corporal. No entanto, se algum dia, por alguma circunstância, que deve ser especial, comeu entre refeições e não tem apetite, não coma de novo só porque está na hora porque comerá mais calorias do que deve.

 

  1. Sirva-se num prato pequeno e pouca quantidade. Mais vale ter que repetir do que, por terminar o prato, acabar por comer mais quantidade.

 

  1. Tente ouvir as suas substâncias saciantes. A sua leptina, CART e CCK, ajudá-lo-ão a acabar de comer. Se se sentir saciado, o ideal é não continuar a comer.

 

  1. Se é daquelas pessoas que não para de comer enquanto está à mesa, levante-se quando acabar.

 

  1. Se se aborrecer em casa e lhe der para comer, tente fazer outra atividade que entretenha a sua mente e lhe tire o sentido da comida. Ligue a um amigo, leia, saia para passear, etc. Nesses momentos, o frigorífico é o seu inimigo!

 

  1. Se, perante o mesmo problema, não tiver outro remédio senão ficar em casa, preveja o que poderá acontecer e compre alimentos saudáveis. As frutas pequenas como ameixas, morangos, alperces, cenouras peladas ou tomates pequenos tipo «Cherry», podem ser úteis num momento de ataque.

 

  1. Não se sinta culpado. Comer não é nenhum pecado, nenhuma ofensa para ninguém, nem nenhuma ação pela qual nos devemos sentir mal. Se as coisas não correram bem, tente que não piorem. Lembre-se que todos os momentos são bons para começar a fazer as coisas como quer. Mas enquanto não eliminar da sua vida esse sentimento de culpabilidade, será difícil para si ter uma relação estável com a comida.

 

  1. Se habitualmente comer fora de casa mais de três vezes por semana, tente que a situação seja o mais possível semelhante ao que aconteceria em sua casa. Tente não se mimar demasiado e tente comer o menu do dia, costuma ser o que mais se assemelha à dieta mediterrânea.

 

  1. As pessoas que saltam refeições costumam apresentar uma fome descontrolada que nenhum sinal biológico é capaz de saciar. Não deixe que as suas células sofram privação de glicose ou lípidos porque terá uma fome voraz difícil de controlar.

 

  1. Não associe a atividade de comer a nenhuma outra. Não se habitue a ver televisão, ler ou estar no cinema a comer. Isto gera-lhe a necessidade de petiscar sempre que fizer estas atividades.

 

  1. Compre unidades individuais de alimentos que lhe seja difícil parar de comer. Diversos estudos norte-americanos demonstram que é frequente comermos mais quantidade quando não estamos preocupados com o produto acabar. Por exemplo, para abrir uma segunda tablete pequena de chocolate, dá-lhe tempo para pensar e decidir não continuar a comer; porém, com uma tablete familiar de chocolate ou um bolo, isso não acontece. Qual é o momento de parar?

 

  1. Domine o seu stress. Se for impossível fazê-lo sozinho, recorra a um especialista. Técnicas como ioga podem ser úteis.

 

  1. Combata os pensamentos sabotadores, tais como:
  • “Não tenho força de vontade”
  • “Mereço comer isto”
  • “Como já estraguei a dieta, é indiferente, perdido por cem, perdido por mil”
  • “Nunca vou conseguir”

A partir de agora, quando for assaltado por estes pensamentos, não se identifique com eles. Entraram na sua mente sem autorização, observe-os e deixe-os passar. Depois, deve recapitular acerca de tudo o que for negativo associado a comer em excesso e de maneira pouco saudável.

 

O seu corpo ouve o que a sua mente diz. Por isso, o GO fit dá-lhe conselhos para controlar a sua mente e combater os excessos. Viva mais e melhor!

Publicado por:
  • Comer Bem
  • dieta
  • Nutrição
Relacionadas

Error